CNSaúde participa da 110ª Conferência Internacional do Trabalho da OIT

Clovis Queiroz, Ana Cristina Quevedo, Braz Vieira, Bruno Milano Centra, Daniela de Andrade Bernardo, George Costa de Almeida, Jose Pedro Pedrassani, Rodrigo de Linhares e Rodrigo Sanazaro Marin compõem a representação da CNSaúde em Genebra, na Suíça

Por Comunicação CNSaúde , publicado em 08/06/2022

A Confederação Nacional de Saúde (CNSaúde), desde o dia 27 de maio, tem participado como única entidade representativa do setor empresarial da saúde do Brasil com assento na 110ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT) da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que acontece até o dia 11 de junho em Genebra (Suíça).

Ao longo dessas duas semanas, os representantes da CNSaúde, que conta neste ano de 2022 com a sua maior representação técnica, com nove especialistas em relações do trabalho que estão acompanhando os temas em debate, como aprendizagem, trabalho decente, empregabilidade na retomada após a crise da Covid 19, economia solidária e segurança e saúde no trabalho.

A CIT é promovida anualmente com delegações tripartites (governos, empregadores e trabalhadores) dos 187 Estados membros que compõem a OIT. Esse evento é considerado como a maior convenção trabalhista do mundo e está sendo realizado pela primeira vez no formato híbrido. Durante as sessões plenárias, comissões técnicas e debates do evento, estão sendo abordadas as principais questões relacionadas ao mundo do trabalho.

O coordenador-geral de relações do trabalho e sindical da CNSaúde, Clovis Queiroz, foi escolhido pela delegação empresarial do Brasil, como Conselheiro Técnico titular para representar os empregadores brasileiros nos debates da Comissão de Assuntos Gerais (CAG) da 110ª CIT. Coube a CAG promover o debate entre representantes de governos, trabalhadores e empregadores de todos os Estados membros, sobre a inclusão do tema “Segurança e Saúde no Trabalho” na Declaração de Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho da OIT.

“É na Conferência Internacional do Trabalho da OIT que muitos dos mais relevantes debates sobre a criação de novos marcos regulatórios no Direito do Trabalho têm o seu nascedouro. Poder acompanhar e influenciar esses debates desde o seu início é fundamental para o setor empresarial da saúde. Pois é nesse momento que temos a oportunidade de externar as particularidades do nosso setor, a fim de buscar a criação de instrumentos regulatórios internacionais mais adequados a nossa capacidade e realidade nacional”, destaca o coordenador.

Além de Clovis Queiroz, compõem a representação da CNSaúde na OIT os especialistas em relações do trabalho, Ana Cristina Quevedo, Braz Vieira, Bruno Milano Centra, Daniela de Andrade Bernardo, George Costa de Almeida, Jose Pedro Pedrassani, Rodrigo de Linhares e Rodrigo Sanazaro Marin.